Confira os melhores memes da condenação do ex-presidente Lula

Compartir

Como é de conhecimento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

De acordo com a petição protocolada pelos advogados no sistema eletrônico da Justiça Federa, no Paraná, o recurso visa, "suprir as omissões, contradições e obscuridades" da sentença.

A medida, denominada embargos de declaração, é usada comumente por defensores como um instrumento jurídico para solicitar a um juiz a revisão de um ou mais pontos de uma sentença. Segundo um dos um dos vice-presidentes do PT, Márcio Macedo, Lula recebeu a notícia "com a serenidade do inocente e a indignação de um injustiçado". Será estudada por muito mais tempo do que quaisquer condenações de Lula, mas por arbitrariedades e desmandos puníveis nos demais procuradores e juízes. Esse fato só ocorrerá se o ex- presidente Lula for condenado na segunda instância. Em vez do Lula raivoso, que se dizia perseguido pelas elites, entrou o candidato moderado que conseguiu atrair a classe média.

Evidentemente, trata-se da rançosa cantilena da vitimização que ressoa como música nos ouvidos da militância petista, mas que não resiste a uma leitura sóbria da sentença proferida por Sérgio Moro.

O que levou Lula ao poder foi a mudança da estratégia de campanha.

O jornal alemão Süddeutsche afirmou que a condenação do ex-presidente Lula pode atrapalhar os planos dele para 2018, quando o antigo mandatário deve tentar um novo mandato. Ao levantarem a denúncia, acusaram Lula como sendo o "Chefe" responsável por tudo que ocorria na Petrobras e estaria ligado a todos os esquemas de corrupção, na qual teve um rombo de R$ 87 milhões nos cofres da estatal.

O ex-Presidente brasileiro foi condenado a nove anos e meio de prisão, mas irá recorrer da sentença em liberdade. Tenho certeza absoluta que na 2ª instância ele será absolvido. Ele está me julgado politicamente. "Lula voltaria a responder ao processo só depois do fim do seu mandato", explica Maieróvitch. "Se eles não me condenassem, o golpe não teria sentido. Eu queria fazer um apelo à imprensa, que se alguém tiver uma prova contra mim, por favor, mostre", discursou.

Compartir